Club Med Punta Cana – ótima opção para hospedar famílias

0

Escolher um resort all inclusive fora do Brasil que comporte uma família de 5 pessoas parece missão impossível, né? Foi quase isto que aconteceu quando definimos que Punta Cana seria nosso destino. Mas, nos sugeriram o Club Med Punta Cana como ótima opção para hospedar famílias e certamente foi a melhor escolha. Descubra porquê!

_____________________________________________________________________

Saiba mais: porque escolhemos Punta Cana?

_____________________________________________________________________

#1 Porque escolhemos o Club Med?

Pesquisando hotéis com quartos que suportassem 2 adultos e 3 crianças (no mesmo quarto!) nos deparamos com um impasse: não tinham opções!

Com ajuda de dois agentes de turismo, chegamos ao Club Med, um resort com sistema all inclusive e que pertence a uma rede francesa com a proposta de ser excelente opção para famílias, além do fato de ter sido o único, segundo estes agentes, que acomodaria os cinco membros da minha família num único quarto.

Para ter certeza da escolha, fizemos muitas pesquisas na internet, principalmente, no Trip Advisor e no Viaje na Viagem, sendo que a opinião do Ricardo Freire sobre o hotel foi decisiva na nossa escolha.

Fechamos, então, 9 diárias na acomodação Deluxe (uma dentre os três tipos de acomodações disponíveis).


Booking.com

#2 O quarto

Composto por dois ambientes, quarto do casal e sala separados por uma porta de correr, tinha um mini closet, varanda e vista para o jardim, sendo que a sala virou o quarto das crianças com dois sofás cama e um berço desmontável que veio junto com o kit bebê, composto por este item mais aquecedor de mamadeira e banheira.

O quarto estava equipado com:

  • Ar condicionado
  • Banheiro
  • Cofre de segurança
  • Kit de repassagem de roupa (com tábua e ferro de passar)
  • Máquina de café
  • Secador de cabelos
  • Telefone
  • Televisão
  • Tomadas elétricas no padrão americano (110 Volts)

Os detalhes, como as flores naturais que encontrávamos quando chegávamos no quarto, faziam toda diferença!
Todas as dicas deste post são voltadas para o público que não está hospedado no Espaço 5 Tridents (uma área “VIP” do hotel).

#3 Os funcionários do hotel

Uma das coisas que mais nos agradou foi o fato do Club Med ser um hotel pioneiro na filosofia de entretenimento, e tem toda infraestrutura para as famílias se divertirem.

Desta forma, contam com funcionários chamados de GOs (Gentis Organizadores) que andam uniformizados de acordo com o tema do dia (cada dia tem um tema, cores diferentes para as roupas e comidas típicas em cada jantar), sempre sorrindo, prestativos e esforçando-se para conseguir se comunicar, independente do idioma deles e dos hóspedes.

Interessante observar que em todas as refeições tem GOs sentados com os GMs (Gentis Membros), como são chamados os hóspedes, interagindo e sociabilizando.

A equipe de recreação, então, era fantástica! Nosso filho mais velho vivia de mãos dados com algum deles (falo sobre isto no post Club Med Punta Cana é ótima opção de lazer e diversão para famílias).

#4 Idiomas que encontramos no hotel

A língua nativa da República Dominicana é o espanhol, mas por ser um hotel de rede francesa e que recebe muitos hóspedes da França, notamos que a maioria dos GOs falam francês, alguns falam inglês e uma minoria fala o restante dos idiomas.

No hotel todo tinha somente quatro GOs brasileiros (um na recreação infantil, um no circo, um na vela e um no restaurante), mas quase todos tentam se comunicar pelo “portunhol” com os brasileiros.

_____________________________________________________________________

Booking.com

_____________________________________________________________________

#5 Sobre os hóspedes

As famílias francesas eram predominantes no hotel. Estimamos que seja em torno de 60% dos hóspedes no período em que estivemos lá (Janeiro de 2015). E os outros 40% dividiam-se entre americanos, europeus em geral, canadenses, brasileiros e outros que não conseguimos identificar.

Pela cultura diferente de cada país, algumas coisas chamaram muito a nossa atenção:

  • Eram muitos fumantes e o único lugar respeitado por eles eram os restaurantes, mesmo com crianças por perto (e eram muitas crianças espalhadas :));
  • Educação, aquela que tanto tento passar para os meus filhos, como dar passagem para idosos, gestantes, pessoas com bebês ou qualquer outra dificuldade) não era o forte por lá. Fila era algo, literalmente, para “inglês” ver;
  • Tinham muitas crianças no Baby e Petit Club Med (falo mais sobre eles no post Club Med para crianças) que são monitoramentos para bebês de 4 a 23 meses e de 2 a 3 anos, respectivamente. E chamou minha atenção porque é um serviço pago a parte com custo aproximado de 30% do valor da diária por criança e mesmo assim estava bem cheio. Eu, particularmente, não gostava de passar perto durante o dia porque meu coração ficava apertado de ver ou ouvir bebês e crianças chorando.

#6 Os restaurantes

O hotel dispõe de dois restaurantes: Samana e Hispaniola que servem basicamente o mesmo tipo de comida, sempre com bufê internacionais, mas o Hispaniola tinha alguns diferenciais:

  • Ficava aberto meia hora a mais no café da manhã e almoço em relação ao Samana;
  • Tem uma linda vista para o mar com um terraço que é de tirar o folego de tanta beleza (para jantar no terraço que fica a beira o mar, é necessário fazer reserva e nós não reservamos nenhuma noite porque não conseguíamos ter horário certo para jantar com as crianças e tinha medo de sentar na varanda com eles);
  • Os jantares são temáticos (comida italiana, comida internacional, comida oriental etc.);
  • Tem pratos específicos para bebês como peito de frango e peixe cozidos em água com pouco sal, arroz e três tipos de legumes (normalmente cenoura, batata, brócolis ninja e vagem).

Ambos possuem uma área enorme com grande variedade de comidas (massas, saladas, carnes, frangos, peixes, sanduíches, frutas) e temperos (normalmente são comidas com pouco sal e os molhos apimentados ficam separados para quem gosta), então, é praticamente impossível não ter um prato que agrade.

Para crianças também é fácil: sempre tem hambúrguer, batata frita, salsicha, macarrão e muitos tipos de sobremesa.

Bebidas como cervejas, vinhos, sucos, água e refrigerantes sempre à vontade e todos os pratos estão incluídos.

#7 Os bares

O hotel também dispõe de 2 bares: Cielo, que é o bar da piscina e o Celeste, que era o bar da praia, agora chama-se Indigo Beach Lounge.

Neles você encontra petiscos para os lanches da manhã e da tarde (mesa de lanches salgados e doces são montadas diariamente nos dois), drinques do dia e vários outros que podem ser pedidos e preparados na hora, além de bebidas sem álcool que ficam à disposição o dia todo incluídos no sistema all inclusive.

A noite sempre tem muita música, bebidas e charutos rolando por lá.

#8 Contato com a natureza

Para os amantes da natureza, não tem melhor! Imaginem que até as plantas dos banheiros são naturais! É muita variedade de árvores, flores, frutas, gramas e folhas num só lugar.

Durante o dia, os fotógrafos passeiam com araras e iguanas lindíssimas para os hóspedes que quiserem tirarem fotos, mas, cuidado! Cada arquivo de foto custa aproximadamente U$D 17.00.

#9 A praia e as piscinas

O hotel possui 600m de uma esplendida praia privativa, com acesso fácil, declive suave e água de pouca profundidade. A areia é grossa e na época que fomos tinham muitas algas na água que incomodavam as crianças.

Equipada com espreguiçadeiras e um bar, que é o Celeste, possui também um magnífico coqueiral de 2 hectares.

A piscina para adultos e crianças é bem grande, e equipada com espreguiçadeiras em teca, guarda sóis e chuveiros.

Resort para ir com filhos em Punta Cana

Dentro do Mini Club Med (local onde ocorrem as atividades com as crianças) tem uma piscina infantil com tobogãs e outros jogos aquáticos, que pode ser usada junto com os pais ou com os monitores.

Inclusive, aproveitamos muito este espaço com os nossos filhos mais novos que não usufruíram de recreação (saiba mais sobre isto no post Club Med para crianças).

#10 Dica valiosa

Uma dica para aproveitar melhor o passeio neste hotel é aprender a falar palavras, termos e frases básicas, do dia a dia, em francês e espanhol. Se possível, ensine seus filhos.

Não tenho fluência em nenhum outro idioma que não seja o português, assim como meus filhos, mas sentimos falta de conseguirmos nos comunicar melhor por lá. Sempre precisávamos da ajuda do papai :).

Quer saber porque escolhemos Punta Cana? Leia em Viagem com filhos – Punta Cana para famílias.

Espero que as dicas tenham te ajudado. Não esqueça de compartilhar com os amigos e deixar um comentário com suas dúvidas ou sugestões!

_____________________________________________________________________

Booking.com

_____________________________________________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here